1 2 3 »
Home
Ask
Meus Textos
Theme e base por l-oveyourself. Alguns detalhes de desesperancoso. Não copiar, ou eu aviso pro staff sem avisar. Grata.
esse theme foi feito por...
Apenas Meu Pequeno

Hey,Quando eu te encontrar,eu posso te abraçar forte ?Talvez eu não consiga falar nada,talvez seja de emoção , afinal eu esperei tanto tempo para poder te abraçar forte,falar como você é importante para mim,não ligue se eu ficar te olhando e sorrindo,se eu te chamar de ''pequeno'' não ligue,é assim que eu te chamo,é assim que meu coração te chama toda vez que você está longe.Eu penso em você,te procuro entre as pessoas,se eu fecho os olhos eu te vejo,e posso ver você sorrindo para mim,e eu acabo sorrindo [...]
Você faz parte da minha vida [...] E eu quero fazer parte da sua.
[...]é em você que eu sempre penso quando eu escrevo algum texto,você sempre foi a pessoa que me inspirou , eu queria agradecer por ser essa pessoa tão especial para mim.Obrigado!.

Posted 2 years ago with 926 notes · reblog
originally oizuumi via rock-yes

rock-yes:

O Rock ‘n’ Roll é uma das chaves, uma das muitas, muitas chaves de uma vida complexa. Não fique se matando tentando todas as outras chaves. Sinta o Rock ‘n’ Roll, e então provavelmente você vai descobrir a melhor chave de todas.


Posted 2 years ago with 7 notes · reblog
originally rock-yes via rock-yes


Posted 2 years ago with 31,601 notes · reblog
originally rockandmyfeelings via rock-yes


Posted 2 years ago with 2,618 notes · reblog
originally poeta-exagerado via poeta-exagerado

Bobeira é não viver a realidade…


Posted 2 years ago with 7,376 notes · reblog
originally poeta-exagerado via poeta-exagerado

Perto do meio-dia, Cazuza me chamou e disse:

  –Mamãe, estou morrendo…  

Um vulcão de autoridade surgiu dentro de mim, enquanto lhe dizia que parasse com aquela conversa ridícula. Indignada, ia lhe dizendo que não devíamos falar sobre isso, aliás, como havíamos combinado há tempos. E ele, procurando me acalmar, tentava levantar os braços magros, fechava e abria os olhos fundos, até que parei para ouvir:

  – Porra, mãe, eu tô morrendo é de fome. O que tem pra rangar?

Comecei a rir. E como se um bálsamo lavasse minha alma, olhei para ele pensando no quanto eu o admirava, em quanto seu espírito de moleque se conservou na idade adulta e que o mais adorável lado de sua personalidade se manifestava em situações tão adversas.  

Lucinha Araújo, mãe de Cazuza in Só as mães são felizes.

Posted 2 years ago with 3,929 notes · reblog
originally poeta-exagerado via poeta-exagerado


Posted 2 years ago with 260 notes · reblog
originally como-diria-legiao via o-filho-da-revolucao


Posted 2 years ago with 364 notes · reblog
originally poet-dead via poeta-exagerado

Meu silêncio é minha auto-defesa.
Renato Russo (via p-e-r-f-i-l)

Posted 2 years ago with 27,823 notes · reblog
originally musicapopularbrasileira-deactiv via l-e-g-i-a-o


Posted 2 years ago with 749 notes · reblog
originally l-e-g-i-a-o via l-e-g-i-a-o